Sandra Fayad Bsb
Proseando em versos
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário TextosTextos ÁudiosÁudios E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda PrêmiosPrêmios Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos


SOBRE O  AMOR
(Por Sandra Fayad)
"0 amor nada dá senão de si mesmo;
e nada recebe, senão de si mesmo."
(Gibran Kalil Gibran)

Amor é como rio cristalino:
está ameaçado de extinção.
 
Amor  é como pepita de ouro:
quando existe é na forma escritural.
 
Amor é como o sol de inverno:
aquece, se nos submetermos aos seus raios.
 
Há amores  parecidos com rios poluídos.
Estes já não aplacam a sede com suas águas,
nem tem vida com alevinos a nadar.
 
Há amores oferecidos em caixas douradas,
onde nos agarramos ao brilho e à cor
como se fossem joias raras do toucador.
 
Há amores "sarados", bronzeados
que apregoam óleos injetáveis na tez,
para esconder a pálida e obesa desfaçatez.
 
Amor, por que não és como o rio virgem,
entre perfumadas árvores frutíferas,
onde pedras arredondadas e ensolaradas
brincam com os sons de suas águas,
qual violino com notas afinadas?

Seríamos mais estáveis,
mais ricos,
mais saudáveis.
Bsb, 03/03/2016

Respeite os direitos autorais. Ao citar informe a autoria e a data da publicação. Peça autorização à autora para copiar.
Visite meu site: www.sandrafayad.prosaeverso.net
 
Sandra Fayad Bsb
Enviado por Sandra Fayad Bsb em 03/03/2016
Alterado em 22/05/2016

Música: 13 Quiereme mucho° Amor amor a - 40 Boleros com amor

Copyright © 2016. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários