Sandra Fayad Bsb
Proseando em versos
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário TextosTextos ÁudiosÁudios E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda PrêmiosPrêmios Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos

ESPARRELA
(por Sandra Fayad)
Já caí em tanta esparrela...
Fiquei horas em pé parada na fila errada,
à espera do  ônibus que não veio,
do elevador e do doutor.
Com cotovelo debruçado na janela,
fiquei horas à espera do namorado.
Acreditei  em Papai Noel,
no papo furado do galanteador
com olhar de peixe morto
a prometer-me todo o seu amor.
Comprei eletrônicos com defeito,
roupas descosturadas,
comida estragada,
soutien menor que o peito.
Pisei em "cacaca" na rua,
vesti a blusa pelo avesso,
esborrachei depois das "trupicadas".
Caí no conto do vigário:
acreditei em tanta mentirada
que se eu for contar,
 
 
você dirá que eu é que sou "pancada".
Já levei tantas na cabeça e nas costas
que vesti uma armadura,
deixando de fora só as canelas
embrulhadas na espuma
 de mastruz e citronela.
Na porta da casa, pendurei galhos de arruda
comigo-ninguém-pode,  abre-caminhos.
Lá na frente, cerquei com espada de São Jorge,
manjericão e pimenta malagueta.
 Junto ao peito levo gravetos de canela como galhos de uma violeta
pra não mais cair em esparrela.

Esparrela (segundo Caldas Aulete):Fig. Recurso que visa a enganar, iludir, lograr uma pessoa; CILADA: "...A mulher ama sempre de emboscada, armando laços e esparrelas..." (Aluísio de Azevedo, Livro de uma sogra))
2. 
Armadilha de caça.
Bsb, 28/03/2016
Respeite os direitos autorais. Ao citar informe a autoria e a data da publicação. Peça autorização à autora para copiar.

Visite meu site: www.sandrafayad.prosaeverso.net
 

 
Visite-me: ww.sandrafayad.prosaeverso.net
Sandra Fayad Bsb
Enviado por Sandra Fayad Bsb em 28/02/2016
Alterado em 03/03/2016

Música: Caco de Vidro - Nosso Choro

Copyright © 2016. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários