Sandra Fayad Bsb
Proseando em versos
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário TextosTextos ÁudiosÁudios E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda PrêmiosPrêmios Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Áudios

CERRADÃO GOIANO
Data: 30/04/2008
Créditos:
Poesia de Sandra Fayad, declamada pela autora,baseada na Crônica "Cerradão Goiano, onde tudo começou" de autoria da mesma autora,em que são relatadas mudanças cíclicas no clima do cerrado ao longo de milênios. O texto original baeseou-se em pesquisa de estudiosos sobre o assunto.
Copyright © 2008. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


CERRADÃO GOIANO

Ah, meu querido cerradão goiano!

Quem dera que fosses apenas céu azul,

Lobo-guará, pequi, terreno plano,

Passagem do povo do norte para o sul!

 

Quisera eu poder regular-te as nuvens

Em contrato por prazo indeterminado.

Ou firmar contigo laços indissolúveis

De alegria permanente: registrado!

 

Mas se eu não puder presenciar,

Presenciarão meus descendentes:

Haverá novamente neste lugar

Abundância de chuvas,

Com dias menos quentes...

Enviado por Sandra Fayad Bsb em 30/04/2008

Copyright © 2008. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.



Comentários